embeb src= "http://www.anos60.com/adagio/bach_air_on.wma"type="audio/mpeg"autostart"true" loop="true">

segunda-feira, setembro 22, 2008

Percas


Ontem perdi um grande amor. Inacessivel ; irrealizavel; intocável.

O fechar de portas que se queriam abertas para sempre, é doloroso. São feridas que não vão sarar facilmente.

Camões descreve, magistralmente , o sentimento de AMAR :


Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente ;

É um contentamento descontente

É dor que desatina sem doer



Infelizmente, quando as portas se têm que fechar, doi; sangra; arde.

Ainda não tenho lágrimas para chorar, so terei quando a dôr abrandar mais.

Toco piano para não pensar, para não sentir, 4,5,6 horas por dia.

Se a Música amansa as feras terá de amansar a dôr que sinto.



3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Os caminhos da vida são insondáveis.
Quando um grão de areia fere o interior da ostra esta transforma o seu sofrimento numa pérola.

Não importa a duração de um sentimento mas sim a sua intensidade.

Eu sei que é mais fácil dizer do que fazer.Nem existem conselhos mágicos para extirpar as nossas dores existenciais...O caminho faz-se caminhando...sem olhar para trás...para não sermos transformados em estátuas de sal...

E aproveitemos as lágrimas para regarmos as flores ao longo do caminho...

Coragem

12:26 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS said...

ai Amiga
e como doi...
aguenta-te!
é a única coisa que consigo dizer-te.e vou falar muito contigo, contar-te as parvoices que me acontecem para que rias desta amiga tonta que tu tens :)
xi coração muito apertado
maria

8:59 da manhã  
Anonymous googler said...

chloe purse
chloe paddington handbag
chloe uk
dior
christian dior

2:07 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home