embeb src= "http://www.anos60.com/adagio/bach_air_on.wma"type="audio/mpeg"autostart"true" loop="true">

segunda-feira, novembro 23, 2009

RESSURGIR
Gravei o teu nome
Nas águas do lago
Em gotas azuis
Cobertas de espuma
Gravei o teu nome
Nas nuvens do céu
Gritei-te bem alto
Sorriste para mim
Toco-te ao piano
suaves acordes
E canto para ti
Loucas melodias
Amor ressurgido
Amor encantado
Amor tão alegre
Amor encontrado
Hulverstone, 23/11/2009
Zica Caldeira Cabral
Foto ZCC - Beaulieu - New Forest - England

2 Comments:

Blogger direitinho said...

Bom dia Cara amiga
Acordei cedo e depois de um copo de leite com café parti nesta aventura. Encontrei coisas bonitas (para mim). Depois de um comentário ao meu ultimo trabalho decidi ver e analisar os autores e o seus trabalhos.
Aprendi tambem a seguir um blogue como o seu. Assim todas as novidades aparecem no meu Painel e é mais facil estarmos a par dos trabalhos dos nossos amigos.
Ontem passei muito tempo para colar uma foto num trabalho já feito e acredite que não consegui.
Dei a volta por outro lado e obtive o mesmo resultado mas gostaria de aprender.
----
Gostei dete teu trabalho.
Não gosto de escrever na água, na areia da praia nem no ceu pois o tempo e as marés apagam o que fizemos e eu muito gostaria de deixar uma mensagem aos meus filhos e aos amigos
E já não penso em grandes heranças, mas apenas uma = AMOR =
Beijos Zica e tudo de bom por aí.

8:03 da manhã  
Blogger J. Marques said...

Belo poema, sintetiza tudo o que fazemos por amor, e quando se ama mesmo, nem palavras escritas no céu o em um lago desaparecem.

4:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home