embeb src= "http://www.anos60.com/adagio/bach_air_on.wma"type="audio/mpeg"autostart"true" loop="true">

sábado, outubro 15, 2005




Palavras

10-10-2005

É a inquietação mas a ternura
Que as palavras que surgem vão gritando
Caindo firmes, doces, generosas
Que ávidas mãos vão agarrando


Na pele macia roçam, desmaiadas
E ao ser tocadas ficam transparentes
E em mil cores e perfumes se desfazem
A alma adormecendo docemente


E nessas mãos abertas, sequiosas
Como flores retendo a Primavera
As tuas palavras doces generosas
Puseram fim a uma longa espera





Zica Caldeira Cabral

6 Comments:

Blogger Isabel-F. said...

bem lindo...

gostei bastante.
parabéns

Bjs

4:11 da tarde  
Blogger Manel do Montado said...

Bravo!...Bravo!
És tu e a Menina Marota. Não sou poeta mas leio, gosto e entendo um pouco de poesia.
Já li muita coisa bem ritmada, rimada e silábicamente bem consruída, mas com uma falta de sentimento e sensibilidade gritantes. Sem "graxas" de qualquer espécie, até porque pessalmente as não conheço, considero os vossos escritos de uma tradução de vida imensa e tocante. Nota-se na vossa poesia e prosa uma delicadeza de sentimentos genuína, própria de quem escreve o que sente e não de quem não sente o que escreve.
Bem hajam.

4:22 da tarde  
Blogger Micas said...

Âs mãos que tudo podem construir, ou destruir...a cada dia gosto mais de te ler. É lindo o poema.
Vi a foto em baixo, Stonehenge, estive lá há dias, é um sitio mágico que (re)torno sempre que possivel.
Beijinho e boa semana

5:05 da tarde  
Blogger badger said...

Isto sim...Isto são palavras, sábias, sentidas e carregadas de um enorme sentido!!! Muito bom!!! mais uma vez né....

7:45 da tarde  
Blogger Flávia said...

Bom para refletir...
Minhas palavras caem firmes, como espadas afiadas! Ruim, né!?!
Gostaria de ter essa suavidade.
Lindo poema

OBS: Vc e Furão sumiram !!!! É feriado em Portugal?? (rsrs)
Sinto falta.
Beijoks

3:17 da manhã  
Blogger claudia said...

Não entendo de poemas ou poesias..Sinceramente, sou totalmente leiga, mas a nossa sensibilidade faz com que sintamos algo quando lemos palavras como as que escreve.. Então, independente do conhecimento, as palavras sempre nos tocam profundamente e tem força! Podem fazer bem ou mal..Gostei muito do que lí por aqui.. Não somente neste post, mas nos outros e concordo com o que já escreveram sobre você e a menina marota..São maravilhosas! Parabéns!

4:45 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home