embeb src= "http://www.anos60.com/adagio/bach_air_on.wma"type="audio/mpeg"autostart"true" loop="true">

quarta-feira, novembro 16, 2005

As aventuras de Joana III

III Capítulo

Mudanças


Chegou o Sábado e Joana acordou às 7 da manhã pronta para arrumar a casa toda sózinha se fosse necessário.
A Mãe fora perentória! Não deviam das trabalho extra às criadas. Se não íam gozar da festa não deviam ser “castigadas” com trabalho a mais do que o normal. Ajudariam no que fosse preciso mas o trabalho pesado era com os três irmãos. Antes e depois da festa porque era preciso deixar tudo arrumado e limpo para o dia seguinte.

7 horas da manhã era muito cedo, não podia fazer barulho porque os Pais só acordavam às 8.
Sentou-se na cama e pôs-se a recordar como conhecera Leonor e como se tornaram amigas desde esse dia.
Tinham saído de Sintra onde viviam numa casa linda que perteceram ao bisavô, rodeada de árvores, flores, laguinhos com peixes e salamandras com que Joana adorava brincar. A Avó morrera e a casa de Lisboa ficara vazia. O Pai decidira ir viver para lá já que Sintra ficava muito afastada de tudo e Jorge tinha dificuldade em ir para a Faculdade todos os dias. Joana tinha 10 anos quando se mudaram para Lisboa e odiara aquela mudança. Sentira faltas das suas árvores às quais trepava como um macaquinho, dos passeios a pé pela Serra de Sintra, as ídas ao Palacio da Pena e ao Castelos dos Mouros e as brincadeiras com o seu amigo Chico, o filho da mulher a dias que a levara a descobrir recantos de Sintra que mais ninguem conhecia.
Ficara danada com a casa de Lisboa. Situada no coração da cidade não tinha jardim e a Mãe não a deixava sair para a rua porque era perigoso. Só aos fins de semana, o mano Jorge pegava nela e íam a pé até ao Castelo de S. Jorge e, aí, Joana brincava , corria atrás dos pavões, trepava as arvores e dava de comer ao patinhos.
A Mãe, sabendo da sua necessidade de ar livre resolveu inscrevê-la nas Guias – a versão feminina dos Escuteiros – as reuniões eram perto de casa, na quinta de uns amigos dos Pais situada no centro da cidade. E teria amigas da sua idade para brincar.
Joana fora contrariada à primeira reunião. A Mãe chamara-lhe bicho do mato mas obrigara-a a ir, sabia que, vencida a primeira timidez ela ía gostar.
Chegou ao local da reunião e mandaram-na ir para uma grande estufa cheia de mesas enormes e com bancos corridos. Joana sentou-se e esperou. À sua volta sentaram-se, igualmente, meninas da sua idade até que chegou uma mais velha que ocupou o topo da mesa.
- Olá, eu sou a Betty e sou a vossa chefe de patrulha. Vamos escolher o nome da nossa patrulha e o simbolo. Aqui vão aprender tudo o que uma Guia tem que ser. Ser Guia é sê--lo por dentro, no coração, a todas as horas e para toda a vida.....
E continuou a explicar o que tinham que aprender. No fim deu um Manual das Guias a cada uma das crianças.
- Então meninas, qual é o lema das Guias?
- Sempre Alerta! – disseram 10 boquinhas infantis com toda a convicção.

No intervalo foram todas lá para fora correr e saltar como cabritinhas à solta e nisto, Joana reparou que a menina que estivera ao seu lado na reunião, se mantinha afastada de todas as outras. Foi ter com ela.
- Olá eu sou a Joana. Queres vir brincar?
- Eu chamo-mo Leonor e preferia brincar com as minhas bonecas. Não gosto de correr porque estou sempre a cair e a maguar-me.
- Ah! Mas não precisas de andar a correr. Olha vamos para aquele cantinho e vamos conversar. Vais contar-me como são as tuas bonecas, está bem?
E assim começou uma amizade que havia de se manter pela vida fora.

Quando a reunião chegou ao fim os Pais estavam à sua espera para a levar para casa e Joana, radiante contou toda a reunião, o que tinha aprendido e como tinha feito uma nova amiga, a Leonor.
- Estás a ver – disse a Mãe sorrindo – eu sabia que ías gostar. Se não te tivesse obrigado a vir terias perdido isto tudo.
- Pois é Mãe, tem razão. Obrigado por me ter posto nas Guias. É muito divertido.

Nisto Joana olhou para o relogio. 8 e 15! Já estava atrasada para o pequeno almoço. Era o que davam as recordações. Levantou-se num pulo, vestiu o roupão e correu pelas escadas abaixo.
(continua)

37 Comments:

Blogger badger said...

Lindo.... É tão bom «recordar»!!
È bastante emocionante quando somos «empurrados» para o canto das lembranças... e muitas vezes é difícil de lá sair!!!

Quanto à história.... Quero a IV parte!! lol.... A sério... está a ser muito interessante, mas não posso logo ler tudo!!!!
Bom resto de dia...

4:03 da tarde  
Blogger Manel do Montado said...

More, more, more!
Boa escola de formação a dos escuteiros e dos ensinamentos de Baden Powell.
A história está a aquecer e como compreendo Joana. Caramba tirarem-lhe a Serra de Sintra e darem-lhe Lisboa; haverá maior tortura para uma criança? Rssss……….
Beijos e fico á espera de:
More, more, more!

9:37 da tarde  
Blogger António said...

Acho que, além do mais, estás a dar um bom retrato de uma família da média/alta burguesia no final dos anos 50.
Acertei na época?

Beijinhos

11:08 da tarde  
Blogger Zica Cabral said...

Antonio é mais para o meio dos anos 60.........
mas não te afastaste muito da época.

É Manel os escuteiros e os ensinamentos de Baden Powell estavam ultra adiantados para a época. A não destruição do meio ambiente e o amor e, sobretudo, respeito por todos os seres vivos continua actual , infelizmente a maioria dos homens e mulheres (mesmo antigos escuteiros e guias) quando crescem só têm em mente uma
coisa: O dinheiro e status social. Esquecem-se que é muito mais importante viver em harmonia com a natureza e consigo proprios. É mais importante SER do que TER.
beijos
Zica

4:13 da manhã  
Blogger TMara said...

continua este doce e terno ohar sbre ainfãncia a a amizade. Obrigada pela partilha. bjs de luz e paz

11:06 da manhã  
Blogger Menina_marota said...

O que me fizeste lembrar!! A Serra de Sintra. Eu vivi a minha infância no Algueirão, numa propriedade dos meus Pais. Detestava quando tinha que ir para a nossa casa de Lisboa!
Boas memórias...espero a continuação...

Um abraço carinhoso e bom fim de semana :)

2:22 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Olá Zica

Cá estou eu a seguir esta encantadora história. Que fala de locais que eu tão bem conheço.

Beijinhos

Bfs

3:33 da manhã  
Blogger António said...

Cá estou eu a corresponder à tua visita.
Quanto às saídas à noite, não vale contar as de cariz profissional...eh eh
Quanto à pré-reforma, penso que a decisão será fácil: quanto mais me vou apercebendo do que será a Segurança Social num futuro muito próximo, tanto mais acho que me deram uma bela prenda de Natal!
E como passar o tempo não será problema. Este está em saber por onde optar para o fazer. Como tu!
Obrigado pelos teus votos.
E o meu charme...tadinho de mim!

Beijinhos

9:51 da tarde  
Blogger Flávia said...

Esta história está pra lá de boa.
Estou curiosa com a festa em si.
Beijoks

1:33 da manhã  
Blogger António said...

Zica:
obrigado pela tua visita.

E quando continua a história da Joana?

Beijinhos

10:25 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Olá Zica

Ler mais um pouco...

E deixar................

Um beijo

1:14 da manhã  
Anonymous Assunção said...

Então e o resto da história? Estou super curiosa!!!

12:38 da tarde  
Blogger TMara said...

bjs de luz e paz, amiga (como vai a felina?)

12:44 da tarde  
Blogger Manel do Montado said...

Passei para te desejar um bom fim de semana, assim como para te agradecer as palavras de incentivo e carinho que me dedicas.
Beijo e...faz o favor de seres feliz.

11:28 da tarde  
Blogger badger said...

Passei por cá, pois hámuitos dias que andava sem tempo para grandes incursões na blogosfera! Ao ínicio pensei que ia ter muito para ler... Mas a história não avançou!! Não quero de todo forçar... mas se poder, é que estava a achar muito interessante!!

Bom Fim de Semana!!

1:30 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS said...

Obrigada pelas tua palavras no meu blog ... sempre às ordens para tudo o que precisares.
Tenho só... quatro Amigas a passarem por este pesadelo... se quiserem repassar a mensagem e a foto, será uma cadeia que se irá formar:)
Bem hajam.
Maria de São Pedro

8:34 da manhã  
Blogger Manel do Montado said...

Ronda da Noite,

Passei para saber da Joana, pelos vistos continua de boa saúde mas não dá notícias a danada!
Beijo de boa semana.

11:37 da tarde  
Blogger Freddy said...

Simmmmmmmm...Ficamos à espera de novos capítulos...

Beijitos da Zona Franca que está de volta ao activo e com novo look!!!

7:01 da tarde  
Blogger Manel do Montado said...

Boa noite e um resto de bom fim de semana.
JOAAAAAAAAAAAAAAAANAAAAAAA!
Raio da míuda que não aparece!
Beijo

11:54 da tarde  
Blogger Manel do Montado said...

JOAAAAAAAAAAAAANNAAAAAAAAAAAAAA!
Onde raio andará a garota? Será que se perdeu na serra?
Beijo de saudade dos teus escritos.

7:11 da tarde  
Blogger Flávia said...

Zica, minha filha! Volta aí!
Estamos com saudades de vc.
Beijoks

12:35 da manhã  
Blogger TMara said...

e então....a continuação? p/ qnd? Bjocas amiga

6:21 da tarde  
Blogger António said...

Zica!
Também te perdeste na serra?

Beijinhos

2:42 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Olá Zica

QUERO DESEJAR

UMAS FESTAS FELIZES

COM MUITO AMOR, SAÚDE E MUITA PAZ

Beijos c/amizade

9:17 da tarde  
Blogger Freddy said...

Saudades da Zona Franca que hoje faz 2 anos...Parabéns a nós!!!

5:20 da tarde  
Blogger Manel do Montado said...

Espero que esteja tudo bem...sinceramente.
A ilha não afundou pois não?
Passei para te desejar boas noites.
Beijo

3:59 da manhã  
Blogger Menina_marota said...

Quero pedir-te desculpas da minha ausência, mas o tempo é tão pouco, que sempre deixamos de fora, quem mais gostamos!
Prometo ler com tempo, a tua maravilhosa história, cujo início já tive o privilégio de ler!

Mas agora, com pressa, deixo-te um grande abraço carinhoso e um FELIZ NATAL para ti e todos que te acompanham.

Beijo ;)

2:21 da tarde  
Blogger Manel do Montado said...

Que o melhor de 2005 seja o pior de 2006.
Um beijo de saudade

11:12 da tarde  
Blogger Menina_marota said...

Menina, que é feito de si? Dê sinal de vida, por favor...
Deixo um abraço carinhoso e uma serena e feliz entrada em 2006 ;)

12:42 da tarde  
Blogger António said...

Zica!
Que é feito de ti?
Espero que esteja tudo bem contigo.
Diz coisas, ok?

Beijinhos

11:06 da tarde  
Blogger TMara said...

e então??''
Bom f.s Bjs e :)

12:15 da manhã  
Blogger TMara said...

Anuncio-te k nasceu a Amla e o
FRAG(mo)MENTOS
bjocas e bom domingo ;)

12:15 da manhã  
Blogger Manel do Montado said...

Bem aparecida sejas, fico satisfeito por dares notícias e pelas palavras, sempre carinhosas, que deixas no meu montado.
Um beijo de saudade por ti e pelos teus escritos.

9:33 da tarde  
Blogger NakBrain said...

Ola. Visitei o teu blog e gostei muito.
Parabens!
Assim que puderes, visita o meu http://sardinhaemlata.blogspot.com e comenta.

9:17 da tarde  
Anonymous lique said...

Venho agradecer a visita ao meu blog e perdi-me por aqui a ler as aventuras da Joana. :) Fiquei curiosa...

10:01 da tarde  
Anonymous Assunção said...

O "parto" do 4º capítulo está difícil!!! E a minha curiosidade aperta!!!

12:16 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Excellent, love it! »

7:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home